Supra Soft
Acesso a intranet
Intel: família Core mais acessível

A partir desse mês, o mundo dos processadores ganhou uma nova família completa. É a família New Core, da Intel. Você já conheceu aqui no Olhar Digital os integrantes dela: o Core i3, o Core i5 e o Core i7. Mas agora, todos eles estão disponíveis tanto para desktop quanto para laptop.

“A intenção da Intel é que a família nova do “Core” ela simplifica essas marcas para o usuário. Então para que a gente consiga chegar numa loja de varejo e falar “eu quero um processador da Intel Core” ai ele tem três opções daqui para frente até o final do ano. Ai falar, “ok, eu quero outra máquina, um netbook” aqui você vai ter um outro produto, o Athon da Intel, por exemplo. Então vai ficar bem mais simples, com menos marcas para o usuário ter que escolher”.
A grande vantagem da nova família Core é que os processadores são inteligentes. Isso significa dizer que, graças a uma tecnologia chamada “turbo boost”, os processadores trabalham na medida necessária para o desenvolvimento das tarefas. Ou seja: quando o computador está em repouso, gasta-se menos energia. Quando o computador está realizando várias tarefas simultâneas, o processador trabalha com toda a sua capacidade, gerando desempenho superior. E não é só isso, todos os processadores da nova família Core trazem acelerador gráfico integrado a seu núcleo. O resultado é este que você está vendo até mesmo jogos mais pesados podem ser executados na boa, sem a necessidade de uma placa gráfica especial.
“Indo nesse caminho que a gente falou, de sistemas inteiros dentro de um chip, como a gente junta mais, por exemplo, transistor dentro de um processador, cabe mais coisa dentro de um processador. Então o futuro é: mais capacidade e funcionalidade dentro desses equipamentos”.
Para os notebooks, a grande preocupação diz respeito ao gasto energético da máquina, uma vez que ninguém quer baterias que seguram por pouco tempo, certo? Por isso mesmo, a Intel trabalha de maneira integrada com seus fornecedores e distribuidores, para que todos os elementos do equipamento gastem a menor quantidade de energia possível. O resultado são laptops poderosos, com alto desempenho e grande autonomia.
“Cada vez mais que lançamos novas tecnologias, ele vão vim com mais características, como por exemplo o BluRay, que consome mais energia, de repente vão aparecer novas características que aumentaram o consumo. Então, mesmo produzindo peças que consumam menos, o conjunto inteiro tende a ter uma duração de bateria maior”.
Se você pensa em comprar um novo computador, fique de olho nestes selos: i3, i5 e i7. Eles já estão bem perto de você.
Fonte: Olhar Digital/Intel

<< mais notícias